quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Google vai começar a cobrar pelo serviço?

Depois que vi este vídeo informando que 100 buscas no Google tem um gasto equivalente a 15 minutos de chuveiro ligado, fiquei pensando: De onde vem tanta energia e como ele conseguiu pagar por ela? Não faz sentido. O preço da Internete vai aumentar?



Não pode:
A)
B)
C) X


Algumas comparações entre dados tirados de outros sites:

http://economia.ig.com.br/google-quebra-silencio-e-revela-que-gasta-energia-de-200-mil-casas/n1597201878464.html
Segundo o google:
cem buscas consomem, aproximadamente, o mesmo que uma lâmpada de 60 watts que fique 28 minutos ligada.
60 watts 28min = 24.075,7 cal
24.075,7 cal/100 = 240,757 cal
ou seja, por este site, uma pesquisa custa 240,7 cal

http://info.abril.com.br/noticias/tecnologias-verdes/fazer-busca-online-nao-polui-muito-16072009-46.shl
Os engenheiros da gigante de tecnologia descobriram que uma "jogada no Google" gasta 1 kJ de energia e emite 0,2 gramas de dióxido de carbono.
Novamente outro calculo:
A queima de 1 mol de carbono libera 94Kcal produzindo 1 mol de dioxido de carbobo.
1 mol de dioxido de carbono tem 44 gramas
se foram emitidas 0,2 gramas de dióxido de carbono então o consumo foi de 427,27cal

http://www.hardware.com.br/noticias/2009-05/4A0B179D.html
O resultado foi surpreendente: a emissão de CO2 equivalente para duas pesquisas no Google foi o mesmo que a energia necessária para ferver uma chaleira de água - 15 gramas aproximadamente de CO2 equivalente foi emitido, 7,5 gramas por pesquisa.
Outro calculo?
A queima de 1 mol de carbono libera 94Kcal produzindo 1 mol de dioxido de carbobo.
1 mol de dioxido de carbono tem 44 gramas
são 7.5 gramas de dioxido de carbono, então o gasto é de aproximadamente 16 kcal.
16.000 cal!!!

fontes:
http://info.abril.com.br/noticias/ti/google-compara-busca-a-cheeseburger-12052009-19.shl

https://tecnoblog.net/76530/google-consumo-energia/

http://economia.ig.com.br/google-quebra-silencio-e-revela-que-gasta-energia-de-200-mil-casas/n1597201878464.html

http://info.abril.com.br/noticias/tecnologias-verdes/fazer-busca-online-nao-polui-muito-16072009-46.shl

Nenhum comentário:

Postar um comentário