domingo, 18 de setembro de 2016

Ética Marxista - Clovis de Barros Filho

Realmente acha o que é marxismo? Então vejam esse vídeo onde Clóvis de Barros Filho descreve a pretensão de Karl Marx em se criar uma história científica e propor uma nova sociedade:

https://www.youtube.com/watch?v=LQY9DDxPLJk

23:00 - Marx tem certezas por influência do seu racionalismo científico. Mas Nietzsche aceita suas dúvidas, lembrando Descartes que além de bem moderno para a época, era também racionalista.

30:40 - Para Louis Althusser, em sua analise de produção científica, anteriormente a Marx existem apenas os continentes científicos da Matemática e da Física. Após Marx, soma-se o continente do Materialismo Histórico (Ciências Humanas?).

51:49 - Heráclito: "ninguém pode banhar-se duas vezes no mesmo rio". Filosofia é difícil... Muitas vezes me parece que falam das mesmas coisas, mas de época em época ganham-se nomes diferentes.

59:40 - Existem verdades que podem ser provadas e verdades que não podem ser provadas. Cabe ao cientista determinar qual verdade pode ou não ser provada.
Ver Teorema de Gödel - Fonte: Gödel, Escher, Bach - Entrelaçamento de Gênios (Douglas Hofstadter)
ver Selagem no mesmo livro ou clique aqui para ler trecho do Livro

1:04:15 - Segundo Marx, para entender a evolução histórica deve-se focar na manutenção e o aperfeiçoamento social, ou seja concentra-se no estudo da economia e da produção dos bens materiais. (Critica: A corrupção dos políticos e empresários da atualidade estão embaçando o desenvolvimento social e econômico, mas nem por isso as coisas mudam para melhor. Da mesma forma que as montadoras de carro a gasolina embaçaram o desenvolvimento do Pro-Álcool no Brasil nos anos 80. ). Como Marx sugere, a realidade que temos é: Devido aos interesses dos donos dos meios de produção em sua própria manutenção e seu próprio aperfeiçoamento social, que se concentra na economia e na produção dos bens materiais, a luta de classes se torna inevitável sem uma distribuição justa.

Assim, pelo meu entendimento, noto que o racionalismo iluminista engloba o Marxismo, sendo que o foco do marxismo, mesmo baseando-se no materialismo (que não é uma oposição ao humanismo), está em analisar como se dá a evolução social e no humanismo (que busca a possibilidade da realização de todo o potencial existente nos indivíduos - um dos interesses do positivismo).

Augusto Comte, provavelmente influenciado também por Marx e Engels, delimita o Positivismo alguns anos mais tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário