quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Lógica e Automação


Observação 1:
Todo automato (consciente) é (Contêm) seu próprio sistema lógico.

ver como um automato (qualquer um consciente e capaz de abstrair significados de elementos lógicos) podem atuar:

Observação 1.1 Implica no porque podem existir verdades que a lógica (sua, dentro da sua mente) não podem comprovar. É experiencia de outro sistema lógico. Ribossomos diferentes poderiam ler uma mesma fita e produzir proteínas diferentes.

Continuando nas leis (Foi mal sr. Filósofo do Sistema... Isso aqui é Sparta... ops... matemática)


Observação 2:
De um efeito chave e fechadura pode-se reduzir seu significado a um valor lógico, permitindo assim que a partir de uma linguagem se possa analisar seus efeitos com auxilio da matemática (a lógica e a computação) e tirarmos até benefícios disso (ver Objetivos).

Observação 2.2: De efeitos chave e fechadura, podemos criar contradições equivalentes as lógicas para nosso beneficio. Exemplo o funcionamento de uma campainha antiga (com eletroímãs e sinos), válvula de descarga (a medida que a água vai subindo, a boia vai fechando o registro), os multivibradores astaveis que são frequentemente utilizados na eletrônica como osciladores (clock) e diferenciadores de estados, o que permitem a computação e a analise de sinais.

Observação 3:
O termo "falsificar" é correto para a sentença abaixo?
Falsificamos "fechaduras naturais", com objetivos. (Exemplo as iscas de peixe ou armadilhas para caça).

Observação 3.1:
A palavra falsificar refere-se muito mais a um compromisso para com alguém do qual tem um acordo, ou seja, uma sociedade, ao invés de acordo com um animal de caça, por exemplo. Isso implica que "falsificar" esteja no âmbito do social que contem também o significado do valor lógico, mas apenas o valor lógico não implica em conter significado social (como a palavra falsificar).

Observação 4:
Um grupo que estabelece um a cordo, deve ter uma referencia para se dizer o que é e o que não é justo. A intenção deve ser descrever o fato o mais próximo possível do real em todas as suas partes importantes. Mas não deveria ser assim? Ou devemos ter apenas uma uma pessoa ou pequeno grupo de pessoas pra decidir o que é e o que não é justo?

Observação 5:
Tais fatos, objetos e pessoas (autômatos) envolvidos, são peças importantes para as provas. Confrontando-se sempre o que sabemos (o que o automato conhece) com o que os outros e os vídeos, documentos e todas as outras provas mostram, podem decidir e mesmo julgar. Se devemos nos basear na realidade, então a tendencia é mesmo utilizar a ciência para aperfeiçoarmos nosso entendimento da realidade.







Nenhum comentário:

Postar um comentário