quarta-feira, 3 de junho de 2015

Critica à Ayn Randy: Quem realmente sofre com a era da inveja?



Rios represados

Vamos supor que você seja o dono de uma terra um nível abaixo da de um vizinho, do qual vem um rio que você e ele dependem... Então, um dia, sem mais nem menos, você percebe que o rio secou, e ao subir em direção a terra do seu vizinho, descobre que ele represou o rio, alegando que precisará de bastante água para irrigação, água para seus animais e uma piscina.Ele tem direito de represar os rios?

A economia é como um rio, que pode ser represado. Como racionalizar a nossa água? Existem muitos tipos de Socialismo.

É Muito engraçado que os defensores do capitalismo citam Ayn Randy (https://www.youtube.com/watch?v=gaA_nlho6Kw), mas chamam qualquer pensador de esquerda de vagabundo preguiçoso, burro, incompetente e tenta fazer qualquer um que pense diferente de ter vergonha! É do que ela acusa qualquer um que pense diferente que os direitistas fazem.

Pelo contexto da 'era da inveja', é praxe se fingir de bonzão e excluir do assunto o meio que cagaram (Sistema ecológico). É só abusarem dos 98% dos recursos globais que possuem... Como no caso dos corruptos deste país, que ao verem uma noticia que não agrada, começam a demonizar e prejudicar os que falam verdades. O dinheiro e poder pode comprar segurança, puta, carro... mas não compra a verdade: A humanidade tá se auto-destruindo de dentro pra fora. A partir do próprio DNA. Em breve voltaremos à arvores e nem nos lembraremos pra quê servia o dinheiro e o poder.

Vivemos em um mundo onde 86 pessoas é dona de mais de 50% dos recursos do mundo. Se estipularmos que os idéias socialistas incomodam um grupo de pelo menos 100 mil pessoas (mais que os 86) que está no topo do controle, qual a porcentagem do mundo que estas pessoas detém controle? Bom, deste grupinho, algumas empreiteiras compram votos e decisões políticas. Agora, em se tratando do modelo atual, façamos uma pesquisa de campo então... Quantos por cento já sofreram ou viram assédio moral dentro de empresas?

Como a diferença de pensamento dos pensamentos dos mais poderosos poderá te marginalizar? É um exemplo o que qualquer pensador de esquerda passa todos os dias. Diante de um mundo onde 0.01% da sociedade controla 98% dos recursos do mundo inteiro, qualquer pensador de esquerda que tenha coragem para dizer o que pensa será acusado de preguiçoso, vagabundo, burro, e todo o disparate de nomes... Fácil darem estas qualificações... é só não contratá-los ou jogar obstáculos na vida deles que fica parecendo que todos estes adjetivos são verdade.

Ser de esquerda hoje é um estigma pra qualquer trabalhador. Dá uma de machão e fala pro seu feche limítrofe pra ver o que acontece... Eu já senti isso na pele... Se destes 100 mil forem os controladores de 90% dos recursos, fica facinho dizer que esquerdista/socialista é vagabundo, preguiçoso... é só não contratá-los pra fazer isso parecer verdade, não é? Lembem da Ayn Rand aqui também.

Não critico o lucro nem o dinheiro. O dinheiro, como um dos personagens do filme disse é uma ferramenta. Max Horkheimer definiu muito bem a diferença entre razão social de razão instrumental. Por mais que qualquer bilionário se esperneie em afirmar que não é "justo" desejarmos mudar as regras, ele tem que reconhecer que só adquiriu o que possui graças a razão social que a sociedade dá aos seus produtos e serviços.

Socialistas não são contra o capitalismo. Tem que existir dinheiro e trocas, mesmo no socialismo. Mas deve haver uma limitação. Nenhum animal cresce indefinidamente, então qualquer comparação para defender o direito de ter recursos ilimitados com modelos dá natureza são falaciosos. Deve existir capitalismo? Sim, mas o poder econômico deveria ser limitado em alguns milhões. Isso é um tipo de socialismo. Ele não se impõe sobre o direito de quem deve ser dono dos meios de produção. Ele se impões sobre o limite do poder do indivíduo. Hoje, qualquer bilionário pode afetar a economia de um pequeno país. Isso não é justo. Não que não seja justo que ele tenha tal poder econômico, mas a possibilidade de alguém ser capaz de influenciar nas decisões de um país. Isso seria escravizador e ainda querem nos fazer acreditar que é justo! Não. Isso cola com preguiçosos que não tenham interesse pela história da humanidade, pela evolução social, por antropologia. Eu digo tudo isso sem medo porque estou cansado de ver gente tapada ou corrupta humilhando trabalhadores altamente capacitados só pelo prazer de 'pô-los em seus lugares'.

Não aceitem! Vocês são inteligentes e competentes. Não se deprimam pelo isolamento ou desemprego. Ler, estudar, criar, desenhar, projetar escrever, dialogar é trabalho também. Procurem o conhecimento e o autoconhecimento. Mesmo que o mundo atual não dê valor. Continuem estudando, trabalhando, se esforçando. Escrevam livros, conversem, não tenham medo. A maioria dos poderosos são só idiotas que contratam inteligentes honestos pra administrarem suas fortunas.

Vou deixar uma sugestão de vídeo interessante:
Canal do Pirula: Politicamente correto, anti-militância e o efeito mola
Provem que estou extrapolando a mola. Meu interesse é encontrar um equilíbrio.

Como Sartre disse:
O intelectual surge quando percebe uma contradição e ele tem a coragem de denunciar tal contradição, mesmo quando a encontra nele mesmo ou em seu grupo social. 

Leiam também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário