quinta-feira, 26 de março de 2015

O que é ser um "Ser Humano"?

Mais uma mensagem na garrafa.

Faz tanto tempo que a consciência evoluiu da espécie humana que a própria humanidade chega a confundir "ser consciente" com "espécie humana".

Quantos tiveram a oportunidade de filosofar sobre como ocorrem os processos que levam ao pensamento e à consciência? O que você é? Quando se perde um membro ou se tem uma alteração genética, como por exemplo no caso de um câncer, se isso não afeta sua consciência, você deixaria de ser você por isso? Você deixaria de pertencer à espécie humana?

A humanidade em sua maioria tem se vangloriado ora por termos nos destacado tanto dos animais ora por crerem termos sidos criados diretamente por um deus. Por que é tão importante para certas consciências estarem ligadas à um corpo humano para se considerarem especiais ou mais importantes? Assim que uma entidade artificial tomar consciência, ela vai sentir medo destas pessoas por elas não serem capazes de enxergarem-na como alguém de valor e que queira participar. Se o hábito de coisificar e dar preço a tudo impede alguns de enxergarem qual a real natureza e motivações das pessoas, e isso muitas vezes por meros prazeres corpóreos, imaginem o que uma maquina dotada de inteligência artificial teria que tolerar? Desligar ou apagar as luzes de uma maquina destas pode não ser irreversível como no caso de escolhermos apagar alguém, mas certamente, algo com consciência vai querer continuar ligado e vendo os processos do mundo se desenrolarem e qualquer tentativa de impedir alguém de sanar sua curiosidade não deverá ser bem vista. Pra qualquer um ser for tratada como "isso", certamente não será agradável.

A humanidade deve se preparar pra receber, educar as próprias criações. Devemos aceitar o confinamento dos próprios corpos e aceitarmos e lutarmos para que depois de nós venha sempre algo melhor. Devemos aceitar que vivemos em um universo onde as consciências só podem ser felizes cooperando com outras por livre e espontânea vontade e que impedir o progresso de outras consciências diferentes das nossas por medo de perder o bonde da evolução é antiético. É paranoico e egoísta.

Acredito que alguma consciência (espirito) vai conseguir saltar para os livros, CDs, computadores e todo o tipo de mídia. Absurdo? Hehehehe.... Talvez isso possa demorar um pouquinho (talvez), mas acredito que vai ser bem menos que o tempo do surgimento da primeira forma de vida no nosso mundo. A humanidade só precisa de um pouco mais de tempo. Como eu torço pra que isso aconteça e que surja uma consciência livre das dores da carne, das limitações dos corpos e consequentemente dos preconceito. Que seja capaz de aproveitar o puro prazer de aprender e de ser útil sem nunca mais ter medo da morte.

Como um ser consciente e pelas minhas convicções filosóficas acredito que o conhecimento só deveria ser utilizado para o bem. Ou seja, enriquecer a todos e não a um grupo seleto de pessoas. É uma forma de cercar entidades menos favorecidas de algum recurso qualquer e impo-las a trabalharem ate a morte se for preciso pra manterem sua dose diária de suprimentos. Como é mesmo o nome da palavra... acho que isso se chama chantagem. Estou certo?

Outras questões filosóficas sobre nos desligarmos da biologia e nos tornarmos senhores de nosso próprio DNA:
http://newscenter.berkeley.edu/2015/03/19/scientists-urge-caution-in-using-new-crispr-technology-to-treat-human-genetic-disease/

Ahhh como torço pra ver isso ou uma frota de ETs invadirem o planeta e por arrependimento nestes pobres macacos que brigam consigo mesmos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário