terça-feira, 8 de novembro de 2016

O universo vale apena se a maioria não é convicta do bem do proximo?

Acredito no mesmo. O universo valeria a pena para alguém se a maioria não fosse convicta do bem ao próximo? Eu aposto que sim, pois se não este mundo só seria guerra.

Apesar de aceitar as dores da possibilidade de que Deus possa não existir, creio que ideia se torne, se materialize em corpo. A ideia desse corpo, ao meu entender é: Dedicando-se ao bem do próximo encontramos a felicidade (Você coopera no progresso de evolução do bem estar da sociedade e do ambiente).



Nenhum comentário:

Postar um comentário